fbpx
Imagem Monte Hinata

Monte Hinata

Texto e imagens: Massao Uwai

Parque Nacional Minami Alpes
O Monte Hinata tem 1.660 metros de altitude e pertence à parte norte da Cordilheira de Akaishi, entre os montes Kaikoma e Nokogiri.

Em outros tempos era possível fazer um loop partindo de Ojiragawa Parking Lot, passando por várias cachoeiras de Ojiragawa Keikoku, subindo até o pico de Hinatayama e voltando até o estacionamento, mas atualmente, vários trechos estão interditados.

A opção para subir até o pico é partir de Ojiragawa Parking Lot, onde o estacionamento é bem amplo e voltar pela mesma trilha, num percurso aproximado de 11 km, ida e volta num tempo de 4 horas ( 2 horas e meia para subir e 1 hora e meia para descer) ou ainda, a opção de subir de carro até Yadateishi Parking Lot e caminhar até o topo.

Partindo de Yadateishi o tempo diminui em uma hora de subida, mas é preciso chegar cedo, pois o estacionamento conta com pouquíssimas vagas.

A primeira parte da trilha é bem íngreme e exige um pouco de esforço, mas a partir de Yadateishi  a trilha começa a ganhar altura aos poucos ziguezagueando em meio  a bosques de pinheiros.

A atração principal aqui não é o marco de 1660 metros, que fica meio escondido entre as árvores, mas sim Gangahara, uma espécie de praia de areias brancas no alto da montanha a alguns metros do marco.

É de Gangahara também, que se tem a melhor visão do vale, das montanhas ao redor e da cidade de Hokuto. Nesse dia a névoa não colaborou para boas fotos, mas em dias de sol o contraste da areia branca com a exuberância do verde rende lindas fotos e faz valer a pena suar um pouco.

Endereço:

408-0315 Yamanashi-shi Hokuto-shi Hakushucho Shirasu
408-0315 山梨県北杜市白州町白須

Telefone:
Não consta

Site:
Não consta

Galeria de fotos

Sobre

Imagem profile Massao Uwai

Massao Uwai

Palmeirense, pai de quatro filhos e amante da natureza. Sempre acompanhado de Nilza Tabata, sua parceira nas caminhadas e na vida.

Instagram: @omuwai4
Facebook: https://www.facebook.com/massao.uwai
Grupo no Facebook: Montanhismo e trilhas no Japão

Escolha seu idioma